Catedral Imaculada Conceição

Cidade: Jacarezinho / PR

A cidade

Jacarezinho – PR, localiza-se na divisa de São Paulo e Paraná.

Cidade Pólo, famosa pelas suas faculdades, escolas e atividades culturais, Jacarezinho é a capital estudantil da região.
Com a instalação da reitoria da Universidade Estadual do Paraná, a cidade conta com as faculdades de Filosofia, Ciências e Letras; Educação Física e Fisioterapia; e Direito, Faculdades de Odontologia, o Instituto Federal, Cursos de Mestrado e Doutorado em Direito, faculdades públicas pertencentes à UENP.

Geograficamente localizada em um ponto estratégico, com ligação rodoviária com as mais importantes cidades do Paraná e São Paulo, fica eqüidistante de Curitiba e da capital paulista – 400km. Dotada de excelente infraestrutura urbana, possui trabalhadores qualificados e competentes, solo fértil, com grande diversidade na produção agropecuária. Tem ainda uma moderna rede de comunicação – telefonias fixa e celular, internet, rádios AM e FM, agências bancárias, teatro, cinema, Ginásio de Esportes, Centro de Eventos e, o mais importante, a energia de sua juventude, fator vital para a construção de seu futuro. Reúna todas estas opções ao tema religiosidade e você fará um caminho onde encontrará lindas igrejas, santuários e outros atrativos que  compõem a Rota do Rosario – Turismo Religioso da Diocese de Jacarezinho.

O povo  e sua cultura

Terra de um povo acolhedor, berço de grandes artistas e personalidades que devem permanecer para sempre na galeria dos imortais. O município possuí  enormes belezas naturais e religiosas, consideradas um verdadeiro tesouro, com grande valor artístico e cultural.
O visitante irá encontrará a majestosa Catedral Imaculada Conceição com seus murais e afrescos onde revelam o profano e o sagrado, e a história de um povo contemplada em suas paredes, fazendo da Catedral um Museu que abriga a trajetória de fé e tradições do povo de Jacarezinho.
Além dos atrativos oferecidos pela Rota do Rosário,  o visitante encontrará outras belezas como o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe em forma octangular; a histórica Capela de São Benedito, uma das mais antigas da cidade; o Museu Sacro Diocesano Dom Ernesto de Paula, com acervo de vários momentos da história da Igreja de Jacarezinho, o Mosteiro Preciosíssimo Sangue da Fraternidade O Caminho e o Santuário da Mãe e Rainha Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt em permanente construção.

Histórico da Catedral

A construção da Catedral de Jacarezinho é muito interessante. Cabe lembrar que na época de sua construção a sociedade global passava por experiências conturbadoras e marcantes, algumas das quais gostaríamos de nunca ter passado, como  as grandes guerras mundiais.
O mundo, no final da década de 1930, vivia um período de mudanças. No Brasil tínhamos a Semana de Arte Moderna (1922), Getúlio Vargas no poder e as ideias comunistas já haviam sido propagadas.

O Paraná, em especial o Norte Pioneiro, agraciado pela sua terra roxa e  fértil, atraiu a elite cafeeira e migrantes de outras regiões, principalmente mineiros e paulistas. Assim, a partir dessa cultura, promoveu o povoamento do Norte Novo do Estado.  Jacarezinho representava forte influência política, econômica e religiosa. Em fevereiro de 1942, recebe o seu segundo bispo, Dom Ernesto de Paula que coloca a pedra fundamental da atual Catedral no dia 19/07/1942. Para obter o cabedal necessário organizou uma grande festa, que se estendeu de 18 de agosto a 24 de setembro de 1944.

Conclui-se  que a diocese não possuía numerários suficientes para arcar com todas as despesas que se faziam necessárias, mesmo assim foi iniciado os trabalhos da Igreja Episcopal que exigiu somas enormes. O projeto, na época em estilo moderno, foi elaborado pelo arquiteto paulista Benedito Calixto de Jesus Neto.

A construção da catedral reflete sua grandiosidade (67 m de comprimento e 22 m de largura), sinais materiais da sociedade local, que possuía forte cafeicultura e predominava a religião católica, o que leva a acreditar que a cafeicultura contribuiu grandemente para a execução da obra.

Nessa época a influência do catolicismo se fazia presente também na educação. Os filhos das famílias abastadas da região estudavam nos colégios internos: Colégio Cristo Rei (masculino) e Imaculada Conceição (feminino).

Com a saída de dom Ernesto, a diocese ficou aos cuidados de Monsenhor João Belchior, vigário capitular que assumiu até a vinda do próximo bispo, D. Geraldo de Proença Sigaud.

Amante do estilo colonial, Dom Geraldo alterou o estilo da catedral quando ainda era possível, e confiou a orientação do acabamento ao arquiteto e pintor Dr. Eugênio Sigaud, seu irmão.

Eugênio, o artista ateu e comunista, irmão do Bispo

No interior da catedral, encontramos além da beleza e riqueza arquitetônica, painéis pintados por Eugênio de Proença Sigaud, irmão de Dom Geraldo de Proença Sigaud, assumidamente ateu e militante socialista.
Eugênio de Proença Sigaud nasceu em Santo Antônio do Carangola, Estado do Rio de Janeiro a 02 de julho de 1899, filho de Paulo da Nóbrega Sigaud e Maria de Proença Sigaud.
Participou em 1945, da exposição “Artistas Plásticos” ao Partido Comunista do Brasil, ao lado de grandes artistas, dentre eles, Portinari, e Sigaud.

Enquanto Sigaud, um militante social, dizia-se “ateu convicto” como se explica ter ele pintado uma igreja, uma catedral?  Não era contraditório?

Explica-se somente por ser convite de seu irmão, um bispo?  Eugênio Sigaud esclareceu  que o empreendimento não iria denotar devoção religiosa e sim um trabalho feito por encomenda religiosa.

Remodela o projeto de Benedito Calixto Neto para o estilo romano e executa toda a pintura interna, que foi para a sociedade  da época definida como “surrealista e herege”, segundo alguns jornais da época.

Na catedral, encontramos 600 m² de pinturas, com murais de até 15 metros de altura, com figuras de até 3 metros. São painéis de enormes proporções, representando cenas bíblicas que Sigaud tratou a sua maneira, impondo-lhes sua personalidade, sem prejudicar a finalidade precípua – decorar uma igreja.

Figuram nessas obras, imortalizados, o Velho Testamento, com as oliveiras substituídas por pinheiros, cafeeiros e cana de açúcar, registrando o poder econômico jacarezinhense da época, bem como figuras do povo da cidade: comerciantes, fazendeiros, coroinhas, o prefeito, sua esposa, filhos de Maria, pessoas humildes, bizarras, enfim, figuram nas pinturas de Sigaud pessoas que de algum modo chamaram sua atenção.

Suas pinturas, com características similares a Candido Portinari, demonstram sua luta pelo oprimido; as figuras apresentam pés e mãos enormes e o impacto dramático representa o contraste existente entre a burguesia do proletariado.
O trabalho de Sigaud, em Jacarezinho, é o segundo mais importante do Brasil, depois do de Portinari na Pampulha. É uma arte religiosa de caráter bastante contemporâneo, já dentro de uma visão com comprometimento social e político que era próprio de Sigaud. Apresenta  uma análise de todo o contexto por que passou a humanidade nesse período ( 1942  a 1960).

A catedral em Construção

A Catedral de Jacarezinho hoje é um dos mais belos monumentos que o Paraná possui, tombada pelo Patrimônio Histórico do Estado. Quem vem a Jacarezinho, obrigatoriamente visita a Catedral. Mas sua construção foi resultado de muitos anos de trabalho, principalmente em busca de recursos.  A Catedral foi inaugurada em 1950.

Por fim

Estando em Jacarezinho na região norte da Diocese, você visitará também:
Catedral Imaculada Conceição, o Santuário da Mãe Rainha e Vencedora de Schoenstatt, o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, Mosteiro Preciosíssimo Sangue – Fraternidade o Caminho,  a   Capela São Benedito  e o Museu D. Ernesto de Paula. Ademais, nas cidades vizinhas como Ribeirão Claro, Santo Antonio da Platina , Ribeirão do Pinhal e Bandeirantes que fazem parte da região norte, oferecerão outras experiências, beleza, espiritualidade, aventura e fé.

Horários de Missas

Domingo: 7h, 9h e às 19h
Segunda: 7h
Terça à Sexta-feira: 18h30
Quarta-feira: 15h e 18h30
Sábado: 19h

Contato

Avenida Getúlio Vargas, 771
Cx.P. 210
CEP: 86400-000
Telefone: (43) 35250286
Face: Catedral de Jacarezinho
E-mail:catedraldiocesejacarezinho@uol.com.br

Colaboração: Fumie Barbuio

.

 


Galeria de Imagens

Clique nas imagens para ampliar: