Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria

Cidade: Jaguariaíva / PR

Palavras iniciais

Ano da fundação: 1842

Jaguariaíva, com a sua tradição tropeira tem como padroeiro  o Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, piedade popular oriunda de açores Portugal, confiou a estas terras, belezas naturais sob a nossa responsabilidade de “Cultivar e Guardar a Criação” ( Gên. 2,15). Construindo um Santuário Natural Ecológico, que deu a origem a construção do Santuário Material, para formar a consciência de que os homens são os seus administradores e não donos da obra da criação.

De braços abertos, o Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria acolhe, todos os peregrinos que se decidem terem uma experiência de fé, apreciando as diversidades turísticas da cidade, sendo-nos dentro da rota turística da fé, o Alfa e Ômega (princípio e fim) de toda a experiência espiritual, formativa e de lazer que oferece a Rota do Rosário da Diocese de Jacarezinho.

Um pouco de sua história

Por essa região passava o “Caminho das Tropas”, ligando Viamão no Rio Grande do Sul, a Sorocaba, em São Paulo, sendo paulista e curitibanos seus primeiros povoadores brancos.

Em 1796, feito o primeiro registro de propriedade de terra, sendo paulatinamente ocupada a região por fazendas de criação de gado. Como centro do comercio à beira da estrada, desenvolveu-se um povoado que no século seguinte (1823) é elevado à categoria de freguesia e em, 1875 à categoria de município.

Em 1795, foi construída a primeira capela, na Fazenda de Jaguariaíva, onde residia Dona Isabel Branco e Silva e seu esposo Coronel Carneiro Lobo, doando em vinte de abril de mil oitocentos e sessenta e seis a imagem do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria. A Igreja do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria teve sua construção iniciada em 1869 e concluída no ano seguinte. Funcionou como Matriz da cidade até 1954, quando essa função foi atribuída à Igreja São Francisco de Assis, construída na parte baixa da cidade, área para a qual se deslocara o centro social e econômico.

A perda da sua função de matriz provocou sua desativação por alguns anos. Em 1964 com os padres da Congregação dos marianos da Imaculada Conceição, foi reaberta com vida paroquial, mas sem o decreto diocesano, por força da pressão da comunidade e ação das autoridades eclesiásticas locais, que procederam a sua reforma e ampliação.  Onde o decreto foi  feito pela autoridade diocesana no ano de 1986.

02/02/1986 – Reereção da Paróquia Santuário do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, pelo Bispo Coadjutor e Administrador Apostólico Dom Conrado Walter, SAC e a nomeação do pároco Padre Genézio Bertinatti, passando aos cuidados dos padres Diocesanos de Jacarezinho o pastoreio da referida paróquia de Jaguariaíva-Pr.

08/01/2012 – Toma posse, como pároco o Padre Cezar Augusto Garcia, este por sua vez, recebeu no dia 01 de agosto de 2012 como vigário paroquial Padre Arnaldo Inocêncio Pires, para colaborar nas funções pastorais do Santuário. No período de sua administração foi a pedra fundamental da nova casa paroquial e iniciada a construção tendo o seu quase término, devido a antiga casa paroquial ter sido reestruturada como novo escritório paroquial do Santuário.

31/01/2016 – Toma posse como Pároco e Reitor o Padre Maycon Jose da Silva e como Vigário Paroquial Padre Antônio de Pádua Silva Alencar. Neste período iniciou as obras de restauração do Santuário, que ainda permanecem. Algo importante a destacar neste inicio de trabalho paroquial, é a elevação solene por meio de decreto diocesano de Dom Antônio Braz Benevente, Bispo Diocesano de Jacarezinho, a paroquia Senhor Bom Jesus da Pedra Fria oficialmente como Santuário Diocesano, pertencente à Diocese de Jacarezinho. Na mesma data foi dedicada a Igreja e consagrado o novo altar e ambão e realizado o lançamento do Brasão do Santuário.

Estilo do Templo

Programa arquitetônico tradicional da nave: Duas torres, capela-mor e sacristia. A composição plástica revela o confronto entre um arcabouço luso-brasileiro com um vocabulário neogótico, em voga na arquitetura religiosa da segunda metade do século XIX, notadamente no estado do Paraná, por influência do clero de origem alemã. Contrapõem-se, assim, nossa igreja, uma volumetria e uma disposição de cheios e vazios típicos da tradição lusitana, com as envasaduras ogivais e os zimbórios delgados da torre, característicos da contribuição do imigrante do Norte da Europa.

Descrição do Brasão

Brasão elaborado pelo Heraldista Raul Breno Marquardt e instituído em 14 de agosto de 2016.

Descrição Heráldica

Escudo esquartelado. O primeiro de goles (vermelho) com uma pomba do Divino Espírito Santo de prata, aureolada e radiante de ouro; o segundo de goles com o clássico monograma de Maria, formado pelas letras “A” e “M” de prata e sobrepostas; o terceiro de prata com um tropeiro montado em uma mula, tudo ao natural, firmada sobre um contra chefe de sinopla (verde); o quarto de prata com uma araucária ao natural, plantado em um contra chefe de verde; e brocante sobre os traços do esquartelado e firmada nos bordos do escudo, uma cruz trebolada de ouro, carregada de cinco rubis redondos, um em cada ponta da cruz e um no seu centro. O escudo está assentado sobre a cruz processional de ouro, de apenas uma haste horizontal. Sob o escudo um listel de prata, forrado de vermelho com os dizeres “SANTUÁRIO DIOCESANO DO SENHOR BOM JESUS DA PEDRA FRIA” escrito em letras maiúsculas de sable (preto).

Justificação Heráldica

O primeiro quartel, com a pomba, representa à devoção ao Divino Espírito Santo, Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, devoção esta atrelada ao Santuário desde os seus primórdios. O segundo quartel, com o monograma “AM”, representa a jurisdição sobre o Santuário da Diocese de Jacarezinho dedicada ao orago de Nossa Senhora da Conceição. O terceiro quartel, com o tropeiro sobre a mula,  representa o Tropeirismo, processo desencadeador da fundação do município de Jaguariaíva, recordando assim as lides do campo, notadamente a pecuária, fator de magna importância para o estabelecimento desta localidade. O quarto quartel, com a Araucaria angustifolia, o popular Pinheiro-do-Paraná, espécie arbórea dominante da floresta ombrófila mista, presente na região do município de Jaguariaíva evocando por sua majestade a figura dos pioneiros. A cruz sobre tudo representa o Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, orago do Santuário e principio crucial da fundação do município de Jaguariaíva. A cruz processual qualifica o brasão como sendo paroquial.

Oração Senhor Bom Jesus da Pedra Fria

“Óh! Senhor Bom Jesus aqui me tendes aos Vossos Pés para implora-Vos um olhar de Misericórdia que inflame o meu pobre coração./Abri Vossos lábios que jorram vida eterna/ e que eu escute aquela voz poderosa que operou tantos milagres na terra/ abriu os olhos aos cegos/ curou os doentes/deu vida aos mortos/ acalmou as tempestades/ consolou os aflitos e converteu os pecadores/ Ó Senhor Bom Jesus/ fonte inesgotável de perdão e caridade/ concedei-me todas as graças de que necessita a minha alma/ para viver sempre na Vossa amizade/ e no Vosso amor. Assim seja. Amém”.

Agenda permanente

Todo dia 19h30 Novena Perpétua com bênção de objetos religiosos e romeiros
Após a Novena, pastelada
Todo 2º Domingo 19h30: Missa da Família
Toda  Segunda-feira: 19h30: Terço dos  Homens
Toda Quinta-feira: das 6h às 22h Adoração ao santíssimo
Toda terça-feira: 20h30: Maranatha – Momento de louvor
Todo Sábado: 17h  GOJ Grupo de Oração Jovem

Contato

Horário de Atendimento – Escritório Paroquial:
Segunda a sexta
feira: 8h às 11h e das 13h às 17h
Sábados: 8h às 11h30

Praça Isabel Branco
Rua Joaquim Carneiro, 447 Cidade Alta
Caixa Postal, 18
CEP: 84.200-000
Jaguariaíva / PR
Fone: (43) 3535-2180

E-mail: p_bomjesusdapedrafria@hotmail.com
Blog: https://bomjesusjagua.blogspot.com.br/
Facebook:  https://www.facebook.com/santuario.pedrafria

.


Vídeo

.


Galeria de Imagens

Clique nas imagens para ampliar: