Santuário terá espaço para maior público no Norte do Paraná

Rincão terá capacidade para abrigar 33 mil pessoas, com folga; obra é aguardada com expectativa em Bandeirantes

Se você acha que o Santuário São Miguel Arcanjo, em Bandeirantes, está muito grande e que seu crescimento já chegou ao limite, é porque não tem ideia do que ainda está para ser feito.

É bem provável que você já tenha ouvido falar que o santuário terá um grande rincão, mas não sabe o que é e nem como será esta obra. Pois este mistério está chegando ao fim.

A ideia de um possível rincão já era algo que se cogitava desde que houve a dedicação do santuário em 2012, mas naquela época ainda estava tudo muito vago. Surgiram muitos palpites, muitas alternativas, mas nada de concreto.

A proposta começou a ganhar forma no dia 31 de julho de 2016 quando o pregador carioca Pedro Siqueira, que estava em nosso santuário pela terceira vez, lançou uma profecia durante a oração do terço: “O arcanjo Uriel está dizendo que o rincão se tornará, em breve, uma realidade. Vocês conseguirão!”

À medida que o tempo passava, algumas pessoas trabalhavam em silêncio para viabilizar a obra. Hoje, existe até um projeto detalhado de como poderá ser o rincão em um futuro próximo. (clique aqui para assistir a um vídeo tridimensional do futuro rincão)

O rincão terá uma capacidade técnica para abrigar 33 mil pessoas sentadas, quantidade que poderá ser aumentada em até 50%, dependendo da circunstância. Só para se ter uma ideia, em termos de comparativo, o Estádio do Café em Londrina teve sua capacidade reduzida para 30 mil lugares.

Os padres Roberto Medeiros, reitor do santuário, e o padre José Antonio Campos, responsável administrativo, já conversaram.

Padre José Antonio Campos

sobre o assunto com representantes da família Ferro, que é dona da área onde o rincão poderá ser construído. “A expectativa é grande. Há um grande interesse por parte deles também. A gente percebe que há uma generosidade grande por parte da família neste sentido”, afirma o padre José Antonio.

O sacerdote acredita que o rincão vai proporcionar um maior bem-estar aos peregrinos que visitam o santuário.

Padre Roberto Medeiros

O padre Roberto, por sua vez, já falou várias sobre o rincão com bispo de Jacarezinho, dom Antonio Braz Benevente e deverá retomar o assunto com ele nos próximos dias.

No dia 29 de setembro de 2019, o empresário Rodrigo Ferro concedeu uma entrevista especial a O Combate, informativo do

Empresário Rodrigo Ferro

Santuário São Miguel Arcanjo. A intenção, a princípio, era ele falar sobre sua participação na missa de aniversário vestido como São Miguel Arcanjo. A conversa, entretanto, ganhou outros rumos e o empresário falou, naquele momento, sobre a disposição da família em colaborar com a expansão do santuário.

“Então nós estamos colocando à disposição essa área para que a gente possa ampliar em conjunto com a igreja, em conjunto com aqueles que forem participar dessa nova empreitada, de novas áreas, e, enfim, isso tudo a gente sente que não pertence a uma pessoa e sim a Deus, a São Miguel”, afirmou o empresário.

Características da obra

A questão ambiental é um aspecto que está sendo levado muito em conta neste projeto. A estimativa é que cerca de 90% da obra sejam construídos com material reciclado. Toda a parte de infraestrutura, por exemplo, será feita com aço que será reaproveitado sem passar por um processo de industrialização pela segunda vez.

A obra terá um total aproximado de 33 mil metros quadrados, sendo mais de 20 mil metros de área coberta. O rincão terá 70 lances de arquibancada, construídos de concreto, e a cobertura será feita com zinco.

Logo abaixo, obedecendo a topografia do terreno, deverá ser construído um lago para contenção da água da chuva e será um espaço que poderá ser aproveitado também para caminhadas e meditação.

O prazo estabelecido para construção é de cinco anos. Portanto, se a obra for iniciada em 2020, estará concluída até no máximo em 2024.

O responsável técnico pela obra é o arquiteto e urbanista Giuseppe Piredda Filho, de Jacarezinho.

Entre a cruz e a espada

A área onde poderá ser construído o rincão fica exatamente entre a imagem de São Miguel Arcanjo no alto do prédio administrativo do santuário e a cruz de aço que fica do outro lado do trecho urbano da BR 369 em Bandeirantes.

O rincão, do ponto de vista espiritual, será a terceira etapa deste complexo de obras iniciado em 2009 com a construção da grande igreja com capacidade para 4,5 mil pessoas sentadas. (O templo ficou pequeno em pouco tempo).

A segunda etapa foi a construção da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes e São Miguel Arcanjo com os Nove Coros de Anjos, onde está a maior cruz do Brasil, com 81 metros de altura. Resultado da visão de várias pessoas, a gruta foi inaugurada há pouco mais de dois anos.

Bosque sagrado

Na terceira etapa, além do rincão, deverá ser construído também um bosque nos fundos do templo do santuário, que será uma área apropriada para meditação ou mutirões de confissão. O espaço já tem até nome, inclusive: Bosque Sagrado de Jesus Cristo.

O bosque terá imagens da Via Sacra em madeira produzidas pelo artista Beryn, de Maringá.

Fonte:www.nossagruta.com.br/

 

Uma resposta

  1. Encerrando ano 2022, gratidão pelas celebrações com muita devoção no Santuário Igrejinha São João Batista e tantos peregrinos recebidos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress